domingo, 18 de setembro de 2011

domingo, 7 de agosto de 2011

FESTA

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

FORNO DA CAL

CAPELA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

ASSOCIAÇÃO DE CAÇA E PESCA DE GEBELIM

POLIDESPORTIVO DE GEBELIM


Polidesportivo de Gebelim em Alfandega da Fé
Avenida Principal
5350-250 Alfândega da Fé, Alfandega da Fé
Recinto polidesportivo vedado com piso sintético, marcações para várias modalidades e iluminação artificial.

LENDA SÃO MARTINHO

Lenda de São Martinho
O padroeiro desta freguesia, São Martinho, era natural de sabária, na Panónia.
Muito novo, tinha ele quinze anos, alistou-se na Guarda Imperial a Cavalo.
Era um homem cheio de generosidade.

Dele se conta que um dia, um mendigo esfomeado e cheio de frio, lhe pediu esmola.
Então ele, não tendo outros recursos à mão, desembaínha a espada, corta sua própria capa e dá metade ao mendigo para se agasalhar.

Tinha ele vinte anos quando trocou a “guerra” pela “paz”, dedicando-se a uma vida solitária de eremita, segundo as regras de São Basílio.
Em 371, foi sagrado Bispo de Tours.
Morreu em 397, depois de ter exercido um episcopado de 26 anos, virado para a janela com os olhos no céu.

Tornou-se num dos Santos mais queridos e venerados pelo mundo Ocidental.
É padroeiro dos hoteleiros, cavaleiros e alfaiates.
Os cristãos celebram a sua festa no dia 11 de Novembro.
É nesta época que se prova o vinho novo e comem as castanhas, estando sempre na mente do povo, a memória a São Martinho.
Dessa associação de factos se criou o adágio: “No dia de São Martinho, vai à adega e prova o vinho”.

LENDA DE SÃO BERNARDINO

Lenda de São Bernardino
Segundo relatam os mais velhos, existe uma Lenda sobre São Bernardino que se traduz no seguinte:
São Bernardino era órfão de pais, desde logo muito cedo, o que fez com que ele fosse criado por uma tia.
Era um rapaz bastante correcto para com toda a gente, embora fosse uma pessoa que não acompanhava muito as amizades com os rapazes da idade dele. A sua paixão era outra...

Certo dia vai saír de casa e sua tia perguntou-lhe onde ia.
Ele respondeu: - vou visitar uma donzela, que é para mim a mais querida do mundo!
A tia, ao ter ficado tão surpreendida com ele, decidiu segui-lo e ver até onde ele ia.
Ficou a observá-lo, ajoelhado aos pés da Virgem Maria.
Qual não foi o seu espanto quando ela se apercebeu a quem é que ele se referia.
São Bernardino foi Padre, passou a Bispo e depois Santo.
Relata ainda a Lenda que, num castanheiro da freguesia de Gebelim, apareceu a sua imagem gravada.
Vieram inúmeras vezes a querer retirar essa imagem, mas sempre sem resultado. Haveria sempre qualquer coincidência que não permitia com que ela saísse do sítio onde tivera aparecido.

Também contam que, quando São Martinho se tornou Santo, foi proclamado advogado dos espíritos malignos, conseguindo retirar o demónio ou os espíritos maus das pessoas.
Conseguiu, com isto, aproximar muitos crentes e fiéis, continuando ainda hoje as pessoas a visitarem a sua Capela.

DADOS GERAIS

Área: 2200 ha
População: 200 habitantes
Património cultural edificado: Igreja Matriz, Capela de S. Bernardino, Ponte Romana, Capela Nossa Senhora do Rosário, Nicho de S. Martinho, Fontes da Lamela, do Bairro, Tanque Público com Bebedouro para animais, Tanque Público do Povo, Alminhas, Sede Freguesia com Casa do Povo
Património Paisagístico: Fraga dos Mouros, Paisagem da Serra de Bornes, Barragem de Canha, Lagoa do Altinho da Senhora
Festas e Romarias: Festas de S. Bernardino no 2º Domingo de Setembro e a 20 de Maio, de S. Martinho a 11 de Novembro
Gastronomia: Caldeirada de Borrego no Forno de Lenha, Javali com Castanha em Pote de Ferro com três pernas ao lume, Folar da Páscoa
Locais de lazer: Parque de Merendas do Santuário de S. Bernardino, Parque de Merendas na Capelinha de S. Bernardino, Parque de Merendas do Tanque
Espaços lúdicos: Polidesportivo de Geelim
Artesanato: Calçado, Cestaria, Ferraria, Marcenaria
Lenda: Lenda de S. Bernardino, Lenda de S. Martinho
Orago: S. Martinho
Principais actividades económicas: Agricultura, Pastorícia, Cortiça, Vinicultura, Olivicultura, Castanha
Colectividades: Associação Recreativa e Cultural Gebelinense, Centro Social e Cultural de Gabelim, Grupo de Cantares de Gebelim

quinta-feira, 9 de junho de 2011

DESCRIÇÃO

Esta freguesia localiza se em plena serra de Bornes, o que, do ponto de vista paisagístico, a torna uma das mais interessantes do concelho. Com 276 eleitores, as principais actividades dos residentes são a agricultura, a pastorícia e a floresta. Segundo Pinho Leal Gebelim é uma palavra de origem árabe, resultante da corrupção da palavra "Jabalain", que significa "dois montes". Não sendo de estranhar esta origem, embora não se possa comprovar, é certo que por ali existem muitos topónimos e referências aos mouros, como a fraga dos mouros, onde existem pequenas cavernas. Notável, igualmente, é o facto de antigamente se ter explorado cal nesta freguesia, referindo João Vilares" que ali existiram cinquenta fornos; de qualquer forma, não deixa de ser importante constatar a existência de calcário a cerca de mil metros de altitude! Contudo, o aspecto patrimonial mais relevante é a Capela de S. Bernardino, monumento classificado "de interesse público", construído em 1743, em cujo interior se encontram importantes painéis que descrevem a vida daquele santo. Realizam se festas em honra de S. Bernardino, a 20 de Maio e no 2° Domingo de Setembro, sendo esta última das mais concorridas do concelho.